Home Notícias Jatos E195-E2 e E190-E2 da Embraer recebem Certificação de Tipo no Canadá

Jatos E195-E2 e E190-E2 da Embraer recebem Certificação de Tipo no Canadá

0
Jatos E195-E2 e E190-E2 da Embraer recebem Certificação de Tipo no Canadá

blank
The sky above the clouds

Os jatos E195-E2 e E190-E2, da família E2 de aviões comerciais da Embraer, receberam a Certificação de Tipo da agência de Transportes e Aviação Civil do Canadá (Transport Canada Civil Aviation – TCCA, na sigla em inglês). As aeronaves já haviam recebido as certificações da ANAC, no Brasil, da FAA, dos Estados Unidos, e da EASA, da Europa, emitidas respectivamente em 2019 e 2018.

A entrega da primeira das cinquenta unidades do jato E195-E2 encomendadas pela Porter Airlines, com sede em Toronto, ocorrerá na sede da Embraer, em São José dos Campos, nos próximos dias. A Porter será também a primeira a operar o E195-E2 na América do Norte.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A Porter Airlines encomendou 100 aviões E195-E2 da Embraer, sendo 50 pedidos firmes e 50 direitos de compra. Em 2021, a Porter encomendou 30 unidades do E195-E2, com direitos de compra para mais 50 aeronaves no valor de US$ 5,82 bilhões, a preço de lista, com todas as opções sendo exercidas. Neste ano, a companhia aérea realizou um novo pedido firme para mais 20 aeronaves, avaliado em US$ 1,56 bilhão.

A família de aviões de corredor único mais eficiente do mundo está moldando o mercado regional com suas tecnologias sustentáveis, conforto de cabine sem igual, excelente desempenho operacional e ótimo alcance. À medida que as companhias aéreas olham para o futuro, renovando frotas antigas e expandindo malhas aéreas, o E2 se encontra no centro dessa transformação.

O E195-E2 é considerado a aeronave mais sustentável de sua categoria, com um consumo de combustível 25% menor do que a geração anterior e emissões 17% menores. A família E2 tem os níveis mais baixos de ruído externo e maiores intervalos de manutenção na categoria de jatos de corredor único: são 10 mil horas de voo para verificações básicas e sem limite de calendário para operações típicas de E-Jets. Isso significa 15 dias adicionais de utilização em um período de dez anos em comparação com a geração atual.

Outro destaque do E190-E2 é seu desempenho de decolagem. O alcance da aeronave, em aeroportos com condições de muito calor e altitude, como Denver (EUA) e Cidade do México, aumenta em 600 milhas náuticas em comparação com o da geração atual.

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here