Home Notícias Mostra BID Brasil: público ultrapassa 4.000 visitantes

Mostra BID Brasil: público ultrapassa 4.000 visitantes

0
Mostra BID Brasil: público ultrapassa 4.000 visitantes

Mais de 4.300 pessoas visitaram a 7ª Mostra BID Brasil, principal evento nacional do segmento de Defesa e Segurança, realizado entre terça (6) e quinta-feira (8), em Brasília (DF). O público desta edição foi 45% maior que o registrado no ano passado.

Durante os três dias, os visitantes da Mostra tiveram a oportunidade de conhecer as mais recentes tecnologias, produtos e sistemas para uso em terra, mar e ar.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A Mostra BID Brasil é realizada pela ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança), em parceria com ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e apoio do Ministério da Defesa. O evento contou com a participação de 90 instituições e empresas e cerca de 30 apoiadores institucionais.

Nesta sétima edição da Mostra BID Brasil, os estandes ocuparam duas alas do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, o que representa uma área cerca de 70% maior que o espaço ocupado pela sexta edição.

Entre os expositores institucionais, se destacaram as Forças Singulares, o Ministério da Defesa, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), o Ministério da Justiça e Segurança Pública, AEB (Agência Espacial Brasileira), Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), Fiergs (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul), AIAB (Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil), ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), Abimo (Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos ),  Parque Tecnológico São José dos Campos, Unifei (Universidade Federal de Itajubá), APL Aero (Arranjo Produtivo Local Aeroespacial) de Itajubá.

Durante a cerimônia de abertura, o Presidente do Conselho Diretor da ABIMDE, Dr. Roberto Gallo, agradeceu a todos que participaram e apoiaram a realização da Mostra BID Brasil, destacando o apoio fundamental dos Ministérios da Defesa, da Tecnologia, Ciência e Inovações, e das Relações Exteriores.

Em seu discurso, ele ressaltou que é preciso um trabalho conjunto para sensibilizar o Congresso sobre a necessidade de garantir maior orçamento para aquisição de materiais de Defesa, em queda nos últimos 10 anos.

“Para cada um real que o Estado investe em Defesa, outros 9 reais vão para Economia. O orçamento em Defesa é um multiplicador de riqueza, é um gerador de divisas, e é necessário para se manter a prontidão e efetividade das Forças. Por que essa mensagem não chega aos tomadores últimos de decisão do orçamento, que é o Congresso Nacional? A gente precisa junto levar essa mensagem: quando se investe em Defesa, não só se garante nossas capacidades fundamentais, mas também empregos de alta qualidade, e os meios não só para exercermos o Braço Forte, mas também a Mão Amiga, que para o nosso país é muito importante”, disse Gallo em seu discurso.

De acordo com o Ministério da Defesa, a BIDS representa 4,78% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e é responsável pela geração de 2,9 milhões de empregos diretos e indiretos.

O Ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, que presidiu a solenidade de abertura da 7ª Mostra BID Brasil, na terça-feira, destacou a importância da BIDS (Base Industrial de Defesa e Segurança) para o país.

“A Indústria de Defesa no Brasil vem evoluindo a passos largos e se destacando, com expressivos resultados e com elevado potencial de crescimento. Nossos produtos de defesa alcançam qualidade internacional, sendo reconhecidos pela eficiência, custo acessível e tecnologia agregada”, disse o Ministro.

Também compuseram a mesa de abertura o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Cesar Alvim; o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos; o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Júnior; o General Julio Cesar de Arruda, Chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército, e o Secretário de Produtos de Defesa, General de Divisão R/1 Luis Antônio Duizit Brito, e Dr. Glauco José Côrte, Presidente do Comdefesa (Comitê da Indústria de Defesa) e Vice-Presidente Executivo da CNI. Após a cerimônia, todos posaram para a foto oficial de abertura ao lado dos expositores, e, em seguida, visitaram a exposição.

Fóruns Temáticos

Novidade nesta 7ª Mostra BID Brasil, a programação dos fóruns temáticos contou com a participação do MD, MCTI, MRE (Ministério das Relações Exteriores), Embaixada dos Estados Unidos, Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas e Gestão de Ativos), CNI (Confederação Nacional da Indústria), Adepol (Associação dos Delegados de Polícia) do Brasil e ABIMDE Certificadora e SBGC (Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento), entre outros.

Lançamentos

O Ministro Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira aproveitou a Mostra para assinar uma portaria que amplia, em âmbito nacional, o direito de usar o Termo de Licitação Especial (TLE), para a aquisição de Produtos de Defesa (PRODE) e Estratégicos de Defesa (PED).

As novas diretrizes estabelecem que os órgãos e as entidades da administração pública direta ou indireta, nos Três Poderes, nas esferas federal, estadual, distrital e municipal também poderão utilizar essa modalidade de licitação para adquirir produtos da Base Industrial de Defesa (BID). Antes disso, apenas o Ministério da Defesa (MD) e as Forças Armadas tinham acesso à condição especial. Além de apresentar tecnologias em estado da arte e os mais recentes produtos de Defesa desenvolvidos no Brasil, a Mostra BID Brasil tem como objetivo fortalecer a rede de relacionamentos das empresas da Base Industrial de Defesa e Segurança e aproximação com potenciais parceiros e clientes brasileiros e estrangeiros.

“Além do contato com atuais clientes, tivemos a oportunidade de apresentar nossos produtos a potenciais clientes de fora do Brasil, que desconheciam nossas capacidades e ficaram bastante interessados”, afirmou Duarte, ressaltando que, durante o evento, a SIATT fez o lançamento oficial do Console Lançador de Mísseis – CLM e de dois conceitos de produto.

Pela primeira vez no evento, a HexaIT também conseguiu bons resultados. “A 7ª Mostra BID Brasil abriu muitas portas no mercado de Defesa nacional, como Força Aérea, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e outras Forças Policiais também.”, disse Erick Cruz, Gerente de Contas da empresa.

Outros expositores também aproveitaram a 7ª Mostra BID Brasil para lançar produtos e firmar acordos e parcerias.

Um exemplo é o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação firmado entre a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM) e a Embraer, representando um importante marco estratégico no campo da Defesa e Tecnologia nacionais.

Já a Akaer realizou o lançamento do livro que remonta três décadas de história da empresa.  “O Voo da Akaer – Há 30 anos desenvolvendo tecnologia de ponta e inovação para o mercado global de aeroespaço e de defesa, gerando competências à soberania do Brasil”, foi lançado na quarta-feira (7), durante um coquetel no estande da empresa.

Países Amigos

A 7ª Mostra BID Brasil recebeu a visita de embaixadores, adidos militares e 12 comitivas e delegações de países amigos, entre eles, de Benin, Egito, Equador, Mali, Marrocos e Suriname.

“Eu tive a oportunidade de poder visitar a maioria dos estandes de produtos que se relacionam com as nossas necessidades e pude ver que as capacidades da indústria brasileira de defesa estão em um caminho muito bom, um solo muito firme para avançar. Nosso interesse é que, no futuro, possamos ter alguma parceria entre as empresas brasileiras com as empresas do Equador. Nós estamos abertos para poder ter esse trabalho conjunto, para benefício dos dois países”, disse o Brigadeiro Gustavo Agama Pérez, responsável pela divisão de Indústria da Defesa do Ministério da Defesa do Equador.

O adido militar da Índia no Brasil, Coronel Aviador Manish Khullar, que está há dois anos no Brasil, disse que gostou da exposição e a considera importante para divulgação das tecnologias e produtos de Defesa desenvolvidos no Brasil.

“Eu visitei os dois pavilhões do evento, e realmente está muito bom. Eu já estou no Brasil há dois anos, e aqui pude conhecer um pouco mais das capacidades da Indústria de Defesa do Brasil. A Índia é um país muito grande e tem uma das maiores Forças Armadas, a quarta maior do mundo. Por isso, estamos sempre buscando achar boas oportunidades de parcerias e colaboração no Brasil em todas as áreas: Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícias e até em projetos espaciais.

Aproveitando a presença das autoridades nacionais e estrangeiras, o Ministério da Defesa promoveu uma demonstração ao vivo de projetos estratégicos de defesa do País. A apresentação foi realizada no Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex), em Formosa (GO), na quarta-feira (7).

No local, eles assistiram a palestras de empresas fabricantes de produtos de defesa, como Iveco, Ares, Condor e Avibrás e conheceram os veículos do Sistema ASTROS de Lançamento Múltiplo de Foguetes e de Posto de Comando e Controle (PCC), fabricados pela Avibrás, e os blindados Guarani, de ataque e transporte de tropa, produzidos pela Iveco, entre outras atividades.

Jantar de Confraternização

Na noite de terça-feira, a ABIMDE teve a honra de receber os Ministros Paulo Sérgio Nogueira (Defesa) e Paulo Cesar Alvim (MCTI) em um jantar de confraternização no Clube Naval de Brasília (DF). A confraternização reuniu expositores, representantes de órgãos governamentais, embaixadas, oficiais militares brasileiros e de nações amigas, entre outros convidados.

Próxima edição em 2024

O Presidente Executivo da ABIMDE, General Aderico Mattioli, disse que a próxima edição da Mostra BID Brasil já começa a ser planejada para que, em 2024, a Base Industrial de Defesa e Segurança possa ter um evento ainda melhor.

“Realizamos duas edições do evento em anos consecutivos por conta da pandemia da Covid-19. Se este ano, com este prazo curto para execução, conseguimos atingir nossos objetivos, tenho certeza que a 8ª Mostra BID Brasil será muito melhor. Por isso, convido as empresas da BIDS e todas as instituições que atuam direta ou indiretamente nos segmentos de Defesa e Segurança para juntos com a ABIMDE, construirmos a próxima edição, alinhando interesses e gerando oportunidades de negócios e parcerias para todos”, disse o General Mattioli.

Leia também: Durante a 7ª Mostra BID Brasil, Ministro da Defesa assina norma que favorece aquisição de produtos 

 

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

 

 

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here