Entrega de Equipamentos Estratégicos para Produção de Urânio para o Programa Nuclear Brasileiro

A Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A. – NUCLEP, uma empresa criada especificamente para atender ao Programa Nuclear Brasileiro, alcançou um marco significativo com a conclusão do reteste de dois Cilindros 48Y para a Indústrias Nucleares do Brasil – INB. Estes cilindros são fundamentais para o armazenamento seguro de hexafluoreto de urânio (UF6), um passo crítico na produção de elementos combustíveis para as Usinas Nucleares de Angra 1 e 2.

Certificações de Alto Padrão e Processos Rigorosos

A NUCLEP se destaca por ser a única empresa no país com as certificações ASME U, U2, R, NA, NS e NPT, específicas para equipamentos estratégicos do setor nuclear. A certificação pela American Society of Mechanical Engineers (ASME) exige um processo de reteste extremamente rigoroso, realizado sob a supervisão de uma Agência de Inspeção Autorizada e um Órgão de Supervisão Técnica Independente. Este nível de rigor e precisão assegura a qualidade e a segurança dos equipamentos produzidos.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Contribuição Estratégica para o Setor Nuclear do Brasil

thumbnail image1

A entrega bem-sucedida dos Cilindros 48Y representa mais do que um feito técnico; ela reforça a importância estratégica da NUCLEP no desenvolvimento do setor nuclear brasileiro. Ao fornecer equipamentos essenciais e de alta qualidade, a NUCLEP contribui diretamente para a autossuficiência e o avanço tecnológico do Brasil na área de energia nuclear.

Impacto no Programa Nuclear Brasileiro

A produção de urânio enriquecido é um componente vital do Programa Nuclear Brasileiro, e a NUCLEP, com sua capacidade técnica e certificações, desempenha um papel crucial neste processo. O sucesso da NUCLEP na entrega desses equipamentos estratégicos assegura a continuidade e a eficiência na produção de combustível nuclear, vital para o funcionamento das usinas de Angra.

A NUCLEP, com este último feito, não só demonstra sua capacidade técnica e proficiência, mas também reafirma seu papel fundamental no fortalecimento da indústria nuclear brasileira, contribuindo para a segurança energética e o desenvolvimento tecnológico do país.

Fonte: Defesa em Foco