Um Avanço Significativo para o Setor

Anúncio dos novos contratos da FINEP; ao centro, a ministra Luciana Santos (Divulgação/MCTI)

O anúncio de novos contratos de subvenção econômica pela FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), representa um marco para o avanço tecnológico do Brasil. Com um investimento total de R$ 855 milhões, esses contratos visam impulsionar o desenvolvimento na indústria aeroespacial brasileira, abrangendo projetos de Veículos Lançadores de Nano e Microssatélites e soluções inovadoras para a mobilidade urbana com eVTOLs (aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical).

Uma Solenidade Significativa e a Visão do Setor Aeroespacial

FINEP 2 1
O vice-presidente da AIAB José Serrador Neto (Divulgação/MCTI)

A solenidade de anúncio dos contratos contou com a presença de figuras-chave como a ministra Luciana Santos, o presidente da FINEP, Celso Pansera, e o diretor da Agência Espacial Brasileira (AEB), Rodrigo Leonardi, além de representantes da AIAB (Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil). O vice-presidente da AIAB, José Serrador Neto, ressaltou a importância deste momento para o desenvolvimento tecnológico do setor aeroespacial brasileiro, enfatizando a relevância de manter uma cadência constante nas subvenções à inovação para engajar a mão de obra qualificada e reter talentos no país.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Os Projetos Transformadores e a Cooperação entre Empresas e Instituições Científicas

Os projetos, selecionados por meio de uma seleção pública da FINEP, são liderados por duas associadas da AIAB, CENIC e Xmobots. A Akaer e a CENIC têm a missão de desenvolver veículos lançadores de nano e microssatélites, um avanço crucial para o Brasil, que atualmente depende de veículos estrangeiros para lançar tais equipamentos ao espaço. A Xmobots lidera o desenvolvimento de novas soluções de mobilidade urbana com eVTOLs, representando um salto significativo para o setor de mobilidade urbana autônoma.

Impactos Além da Indústria Aeroespacial: Geração de Empregos e Fortalecimento da Competitividade

Esses investimentos e projetos têm um impacto profundo não apenas na indústria aeroespacial, mas também no desenvolvimento econômico, educacional e tecnológico do Brasil. Eles promovem a cooperação entre empresas e instituições científicas e tecnológicas, geram empregos, e fortalecem a competitividade da indústria aeroespacial brasileira, garantindo autonomia do Brasil em tecnologias estratégicas em setores vitais como defesa, telecomunicações e monitoramento ambiental.

Um Futuro Promissor para o Setor Aeroespacial Brasileiro

Os novos contratos da FINEP representam não apenas um aporte financeiro, mas um voto de confiança no potencial tecnológico e inovador do Brasil. Eles estabelecem uma base sólida para o contínuo crescimento e desenvolvimento do setor aeroespacial brasileiro, consolidando a posição do país como um participante importante no cenário global de ciência e tecnologia.

Fonte: Defesa em Foco