Palestra e Homenagens na FIESP

No dia 6 de fevereiro, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) sediou uma palestra proferida pelo Comandante do Exército, General Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, intitulada “O Exército Brasileiro no cenário atual”. O evento reuniu profissionais e representantes da indústria de Defesa, além de autoridades militares e de segurança pública, para discutir a missão constitucional do Exército, os conflitos mundiais e as recentes operações militares.

Programas Estratégicos e Investimentos

Durante a palestra, o General Tomás destacou programas estratégicos fundamentais para a modernização e o fortalecimento das Forças Armadas, como Forças Blindadas, Astros, Aviação, Defesa Antiaérea, Obtenção de Capacidade Operacional Plena e o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron). O Comandante enfatizou a necessidade crítica de investimentos contínuos nas Forças Armadas, ressaltando que “Não se prepara uma Força Armada da noite para o dia”.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Ações Humanitárias na Terra Indígena Yanomami

Um dos pontos altos da apresentação foi a abordagem das ações humanitárias empreendidas pelo Exército na Terra Indígena Yanomami. O General Tomás elucidou o esforço logístico para a entrega de 15 mil cestas básicas a 366 comunidades indígenas, enfatizando o uso de helicópteros Pantera para evitar danos às habitações indígenas. “A gente tem que participar com o coração e com a alma. São brasileiros que estão lá”, disse, realçando o compromisso do Exército com ações humanitárias.

Homenagem da FIESP

DSC 6894 1

Em reconhecimento ao trabalho do Exército Brasileiro e ao General Tomás, a FIESP concedeu a comenda Ordem do Mérito Industrial, homenageando as contribuições para o desenvolvimento da indústria paulista e o papel fundamental das Forças Armadas na promoção da segurança e desenvolvimento nacional. “Uma semana atrás, eu estava na Terra Indígena Yanomami. É um problema real, um problema que se resolve conversando com as instituições”, comentou o Comandante, destacando a colaboração entre o Exército e outras instituições governamentais.

Fonte: Defesa em Foco