Home Blog Page 8

Taurus vende pistolas TS9 para Prefeitura de Manaus

0

Google News

A Taurus, uma das maiores fabricantes de armas do mundo, segue expandindo suas vendas para forças de segurança no Brasil com a confirmação da compra de 250 pistolas TS9, calibre 9mm, pela Prefeitura Municipal de Manaus (AM). Os armamentos serão destinados para a manutenção e modernização da Guarda Civil Municipal.

A pistola TS9 é reconhecida como uma arma que possui inovação, confiabilidade, segurança e precisão. Seu projeto exclusivo foi desenvolvido atendendo aos mais rigorosos padrões de qualidade e segurança exigidos pelos órgãos de segurança mais qualificados do mundo.

O amplo portfólio de produtos e a renovação da linha de armas Taurus, com o lançamento de diversos modelos nos últimos anos, têm atraído o interesse do mercado consumidor, tanto no Brasil como no exterior, contribuindo para o aumento do volume de vendas e evolução positiva da receita.

Fonte: Defesa em Foco

Prefeitura de São Paulo adquire Carabinas Taurus CT9 para a Guarda Civil Municipal

0

Google News

A Prefeitura de São Paulo realizou a compra de 25 carabinas Taurus modelo CT9, calibre 9mm. Os armamentos foram adquiridos por licitação e serão destinados para manutenção e operação da Guarda Civil Metropolitana.

A carabina Taurus CT9 semiautomática possui capacidade de 30 tiros e dois carregadores adicionais de 32 tiros, cano de 16″ e teclas ambidestras. É equipada com trilho Picatinny integral na caixa da culatra para inclusão de acessórios.

A arma apresenta coronha standard fixa e seu diferencial é que acompanha um kit com coronha rebatível (dobrável), que permite a escolha mais ergonômica para o seu uso.

Fonte: Defesa em Foco

Força Aérea Sueca anuncia o primeiro esquadrão do Gripen E

0

Google News

A Força Aérea Sueca anunciou que a unidade de Skaraborg, na Ala F7, será o primeiro esquadrão a receber o Gripen E. Os ensaios em voo e os preparativos estão em andamento em paralelo no local e na Saab para que a introdução da aeronave seja a mais eficaz e suave possível.

Juntamente com os clientes suecos e brasileiros, a Saab conduz ensaios em voo em conjunto para o Gripen E na própria companhia, no Brasil e na Suécia. O programa de testes está ocorrendo de acordo com o planejado e em alta velocidade. Antes do final do ano, seis aeronaves vão entrar na fase de entrega. A etapa inclui atividades como embarque, atividades de certificação final e de entrega com as autoridades e clientes. O primeiro Gripen E chegará à Ala F7 da Força Aérea Sueca em 2025.

“Em um ambiente geopolítico em deterioração, a Força Aérea deve permanecer relevante na defesa aérea da Suécia no futuro. O JAS 39 E Gripen significa um aumento na capacidade para garantir o cumprimento dessa missão. Já estamos ótimos agora e, com o novo caça, estaremos ainda melhores, criando um problema militar para um adversário. Simplesmente nos tornamos mais astutos e perigosos”, disse Carl-Johan Edström, chefe da Força Aérea Sueca, no anúncio.

Com a entrega cada vez mais próxima e o envelope de voo em contínua expansão, os ensaios em voo estão em uma fase intensa com nove aeronaves prontas e outras para chegar até o final do ano. No momento, testes com configurações diferentes estão sendo conduzidos com aeronaves Gripen E produzidas em série e de teste, por exemplo, como diferentes configurações ar-ar e ataques mais pesados e de reconhecimento a seguir.

Paralelamente, os testes com sistemas táticos estão recebendo prioridade cada vez maior. Além de atividades com sensores individuais, principalmente com foco em sistemas de radar e guerra eletrônica, também são testados colaboração e fusão entre todos os sensores, suporte à decisão e apresentação. Mais adiante, também haverá trabalho intensificado para verificar armas e cargas externas, o que envolverá uma série de campanhas de teste anuais no Campo de Testes de Vidsel, no norte da Suécia.

“O anúncio do Esquadrão de Skaraborg como o que introduzirá o Gripen E na Força Aérea é empolgante. É a prova de que estamos nos aproximando da fase de entrega. Graças a um tremendo esforço de todos os funcionários da Saab e a uma excelente colaboração com nossos clientes, agora temos uma plataforma estável e um produto maduro”, diz Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e head da área de negócios Aeronautics da Saab.

Fonte: Defesa em Foco

Taurus lança no Brasil as pistolas G3 e G3c na inovadora versão T.O.R.O. (Taurus Optic Ready Option)

0

A Taurus está lançando nesta segunda-feira (04) no Brasil as pistolas G3 e G3c, em calibre 9mm, na inovadora versão T.O.R.O. (Taurus Optic Ready Option), ambos os modelos já vem preparados para receber miras ópticas. As novidades chegam para atender um crescente nicho de mercado, o de atiradores que desejam incluir miras em suas armas – seja para defesa pessoal, lazer ou competições esportivas.

A família G3 foi projetada com a 3ª geração de gatilho, sendo seu perfil mais plano, com acionamento suave e um desarme mais nítido e limpo. Desenvolvida a partir da consagrada plataforma G2c, a série possui acabamento teniferizado preto no ferrolho e suas teclas possuem revestimento anti-fricção.

Os ferrolhos foram desenvolvidos com optic cut que, através de um inovador assembly system de placa intercambiável, possibilita ao consumidor instalar a maioria das miras ópticas disponíveis no mercado. Seu ferrolho conta ainda com ranhuras frontais para uma melhor manipulação. O modelo inclui um sistema de vértice e massa de mira em aço, do tipo serrilhado, evitando efeitos de reflexos de luz e sua massa possui inserto branco para melhor enquadramento.

A pistola G3 T.O.R.O. possui capacidade de 15 e 17 tiros e cano de 102mm. Já a G3c T.O.R.O. tem capacidade de 12 tiros, podendo ser utilizado carregadores com capacidade de 15 e 17 tiros, e cano de 83mm, o que torna este modelo perfeito para porte velado. Ambas as versões estão disponíveis em ação simples e dupla de percussor lançado.

Os lançamentos serão comercializados nas lojas revendedoras (https://taurusarmas.com.br/pt/como-comprar/lojistas) e no portal de vendas da Taurus (www.armasmunicoes.com.br), voltado a militares, policiais, CACs e civis que integrem categorias autorizadas a adquirir estes produtos, conforme legislação vigente.

Para mais informações sobre os novos modelos e a linha completa de produtos Taurus, acesse https://taurusarmas.com.br/pt/produtos/

Fonte: Defesa em Foco

Companhia Brasileira de Cartuchos lança Código de Conduta para Terceiros

0

A Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), Empresa Estratégica de Defesa e líder mundial em munições, deu mais um passo pautada no compromisso de conduzir seus negócios com ética, integridade e transparência com a publicação do seu Código de Conduta para Terceiros.

O documento faz parte do Programa de Integridade CBC Trust e busca orientar sobre a relação entre a CBC e seus terceiros (fornecedores, prestadores de serviços e parceiros de negócios), estabelecendo comportamentos e padrões éticos em conformidade com a legislação nacional, internacional e os regulamentos internos da CBC.

Todos os terceiros que se relacionam com a empresa, interna e externamente, deverão estar em conformidade com as normas, leis e regulamentos aplicáveis em vigor, incluindo sem limitação, leis relacionadas a anticorrupção e antissuborno, de concorrência, conduta de negócios, qualidade de produtos ou serviços, legislação nacional e aos tratados internacionais de combate ao tráfico de armas e munições, privacidade e proteção de dados, respeito à saúde, a segurança, aos direitos humanos, trabalhistas, ao meio ambiente, a legislação local, inclusive fiscal e tributária, não se limitando a esses.

Sendo assim, a partir de agora, todos os contratos da empresa terão uma cláusula de atendimento ao Código de Conduta, inclusive os do Programa de Relacionamento com o Lojista (PRLO), iniciativa lançada este ano pela empresa em conjunto com a Taurus, e que já conta com uma ampla cobertura nacional, com mais de 700 pontos comerciais parceiros.

“Consideramos vital mantermos uma excelente reputação em nossos negócios, motivo pelo qual não admitimos atos de corrupção, discriminações e comportamentos antiéticos. Além disso, este é um guia que nos dá diretrizes para fazermos sempre a coisa certa, tanto na condução de nossos negócios e atividades, como no relacionamento com a sociedade, nos orientando a tomar decisões éticas e corretas no nosso dia a dia. Esta é uma forma de estendermos esses conceitos a todos com quem nos relacionamos dentro e fora da empresa”, afirma o presidente da CBC, Fábio Luiz Munhoz Mazzaro.

O Código de Conduta de Terceiros está publicado no site www.cbc.com.br.

Fonte: Defesa em Foco

AIAB realiza reuniões estratégicas em Brasília em defesa da indústria brasileira aeroespacial

0

O presidente da AIAB (Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil), Julio Shidara, passou parte da semana passada em Brasília (DF) participando de reuniões estratégicas para potencializar a indústria nacional do segmento aeroespacial. Shidara esteve presente em sete importantes reuniões com representantes de órgãos públicos ligados ao Programa Espacial Brasileiro (PEB), como parte da busca incessante por melhores condições de competitividade para as empresas brasileiras do setor.

Na quinta-feira, dia 30 de setembro, a AIAB participou do VI Workshop de Revisão do PNAE (Programa Nacional de Atividades Espaciais) para o decênio 2022-2031, na sede da AEB (Agência Espacial Brasileira). O PNAE é o documento que norteará as ações do Programa Espacial Brasileiro nos próximos 10 anos.

Além de Shidara, também representaram a AIAB no workshop os associados João Paulo Campos, presidente da Visiona, e Célio Costa Vaz, presidente da Orbital. Entre os participantes do evento estavam o Sr. Sérgio Freitas de Almeida, Secretário Executivo do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações); Major Brigadeiro do Ar R1 Ricardo César Mangrich, Assessor Especial do MCTI; Carlos Augusto Teixeira de Moura, presidente da AEB, e o Brigadeiro do Ar Rodrigo Alvim de Oliveira, presidente da CCISE (Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais).

Na reunião, Shidara fez um pedido de especial atenção para a necessidade de contratação contingencial de projetos junto à indústria brasileira, tendo em vista a grave solução de continuidade na demanda industrial, sem precedentes na história recente, visando à manutenção de tecnologias estratégicas para o futuro do PEB.

Ele destacou, ainda, a importância de o PNAE contemplar missões estratégicas para atender às necessidades de um país com as características do Brasil, independentemente do histórico de investimento insuficiente no PEB, citando, para sustentar tal posição, a afirmação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), na publicação “The Space Economy in Figures”, de que a preeminência de objetivos de Estado permanece um aspecto chave na maioria dos programas espaciais atuais e que continuará sendo dessa forma pelo futuro previsível.

Forças Armadas – Na quarta-feira, dia 29, Shidara foi recebido pelo Brigadeiro do Ar Reginaldo Pontirolli, chefe da Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais do Comandante da Aeronáutica (ASPAER), ocasião em que realizou a apresentação “Importância do Programa Espacial Brasileiro (PEB) para o Desenvolvimento Socioeconômico do Brasil” para um grupo de oficiais da ASPAER, além de explorar a possibilidade de atuação conjunta no Congresso Nacional em temas que sejam de interesse comum.

Nesse mesmo dia, o presidente da associação reuniu-se ainda com o Brigadeiro do Ar R1 Adriano Beraldo Andrade, Chefe da Assessoria Especial da Chefia de Logística e Mobilização do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), realizando a apresentação “Contratação de Sistemas Espaciais Estratégicos – VLM e Carponis”.

Na terça-feira, dia 28, Shidara teve a oportunidade de debater sobre os desafios da indústria aeroespacial brasileira em quatro reuniões com representantes do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) da Presidência da República e do EMAER (Estado-Maior da Aeronáutica).

No período da manhã, o presidente da AIAB foi recebido pelo Chefe da Terceira Subchefia (3SC) do EMAER, Brigadeiro do Ar Antonio Luiz Godoy Soares Mioni Rodrigues, oportunidade em que realizou a apresentação intitulada “Contratação de Sistemas Espaciais Estratégicos – VLN e Carponis”, apresentando as razões que levaram a associação a defender tais propostas.

Na sequência, reuniu-se com o Chefe da Sétima Subchefia (7SC) do EMAER, Brigadeiro do Ar Roberto da Cunha Follador.

Como decorrência de decisão da Força Aérea Brasileira (FAB) de revisar os requisitos do Projeto Carponis-1 do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), para viabilizar seu fornecimento pela Indústria Nacional, a Terceira Subchefia e a Sétima Subchefia do EMAER já estão atuando, conjuntamente, nessa revisão.

GSI – No período da tarde do dia 28, uma das audiências da AIAB foi com o Brigadeiro do Ar Claudio Wilson Saturnino Alves, Secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional do GSI, para quem Shidara também fez a apresentação “Infraestruturas Críticas Brasileiras dependentes de Sistemas Espaciais Estrangeiros – Uma questão de Soberania Nacional”.

Também estavam na reunião representantes da Secretaria de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional (SADSN), da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), e dos Grupos Técnicos de Segurança de Infraestruturas Críticas.

Finalizando o dia, Julio teve a oportunidade de reunir-se com o Contra-Almirante Carlos André Coronha Macedo, Coordenador do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB/GSI) e Secretário de Coordenação de Sistemas (SCS/GSI), para tratar de ações do CDPEB relacionadas, dentre outros, à estruturação e à retomada do PEB.

Fonte: Rossi Comunicação

Fonte: Defesa em Foco

Lançamento Taurus G3 T.O.R.O. e G3c T.O.R.O.

0

Google News

A Taurus lança no Brasil a pistola G3 e G3c na inovadora versão T.O.R.O. (Taurus Optic Ready Option), modelo original de fábrica projetado para receber diversas miras ópticas. A versão T.O.R.O. além de manter a originalidade evita gastos com customização.

A família G3 foi projetada com a 3ª geração de gatilho, sendo seu perfil mais plano, com acionamento suave e um desarme mais nítido e limpo. Desenvolvida a partir da consagrada plataforma G2c, a série possui acabamento teniferizado preto no ferrolho e suas teclas possuem revestimento anti-fricção.

A exclusiva plataforma T.O.R.O. é harmoniosamente integrada ao ferrolho de ambas as pistolas, facilitando a visada dos alvos em tiros rápidos ou de precisão, independentemente de sua aplicação. Possibilita a utilização de placas intercambiáveis, permitindo equipar a sua Taurus G3 ou G3c com a gama de miras ópticas mais conhecidas do mercado.

blank

blank

blank

blank

 

Fonte: Defesa em Foco

Secretário da Polícia Civil do RJ participa de reunião do SIMDE e do CONDEFESA da Firjan

0

Google News

O SIMDE – Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa realizou nesta quarta-feira, 29 de setembro, uma reunião conjunta com o Conselho Empresarial de Defesa e Segurança Pública da Firjan, com a participação do Delegado Allan Turnowski, Secretário de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A abertura da videoconferência foi feita pelo Diretor-Presidente do SIMDE e Presidente do CONDEFESA da Firjan, Dr. Carlos Erane de Aguiar. Em seu discurso o Presidente do Conselho destacou a importância do papel da Segurança Pública no desenvolvimento socioeconômico, considerando que regiões julgadas perigosas atraem menos investimentos, o que é extremamente importante para a competitividade industrial fluminense.

Carlos Erane citou o Projeto Arco Seguro, apresentado pela Firjan na ALERJ, escolhido como um dos indutores do programa de retomada econômica do Rio de Janeiro. O Projeto é uma parceria público-privada para elevar o nível de segurança na circulação de cargas e pessoas na Rodovia Raphael de Almeida Magalhães (BR-493). “Acreditamos que com segurança e ordenamento público, o Arco Metropolitano será estratégico para o desenvolvimento econômico e social do estado do Rio de Janeiro, com grande repercussão para a Baixada Fluminense” disse o Presidente.

O Delegado Allan Turnowski, com mais de 25 anos de carreira, apresentou diversas ações e projetos da Polícia Civil do Rio de Janeiro para cooperar com a segurança pública do Estado e as possibilidades de interação com a Base Industrial de Defesa. O Secretário de Estado da Polícia Civil do Rio também se dispôs a responder as perguntas enviadas pelas associadas do SIMDE.

A coordenação da reunião foi feita pelo Assessor de Defesa da Firjan, Coronel René Pierre Caputo Durão.

Fonte: Defesa em Foco

FORMATURA NO CMA ENCERRA 2ª CONFERÊNCIA MULTILATERAL DE FRONTEIRAS

0

Google News

O Comando Militar da Amazônia (CMA) realizou na manhã desta quarta-feira, 29 de setembro, o encerramento da 2ª Conferência Multilateral de Fronteiras (2ª CMF) durante a Formatura no campo de parada Coronel Jorge Teixeira, no contexto de demonstração do apronto em material e pessoal das tropas do CMA.

Presidida pelo Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Paulo Sérgio, o evento contou com a participação do Comandante Militar da Amazônia, General de Exército Furlan, além das delegações da Colômbia, Equador, Estados Unidos da América, Peru e Panamá.

blank

“Os resultados que vimos ontem são excepcionais. Essa é uma oportunidade de interagir com Nações que sofrem com os mesmos problemas fronteiriços e dividir percepções, buscar, na área de inteligência, reforçar nossas informações e operar conjuntamente, ter a sinergia de esforços na busca de nossos objetivos e reforçar a diplomacia militar” destaca o Comandante do Exército Brasileiro, General Paulo Sérgio.

A 2ª CMF teve por finalidade dar prosseguimento às discussões iniciadas na 1ª CMF, realizada na Colômbia em 2019, além de estreitar os laços de cooperação e amizade entre os Exércitos participantes. Para o Comandante Militar da Amazônia, General Furlan, foi uma honra para o CMA sediar o evento: “Vamos irradiar daqui todos os ensinamentos e experiências que foram trocadas serão transformadas em normas e procedimentos padrão; e vamos fazer que tudo isso chegue aos Pelotões de Fronteira, e a todas as Brigadas” concluiu.

Nos dias 28 e 29 de setembro, o encontro destacou os principais desafios encontrados para a proteção das fronteiras dos países participantes, oportunidades de compartilhamento das boas práticas e lições aprendidas no trato de questões relacionadas à fronteira, observando-se as individualidades das Políticas de Defesa de cada País; e ainda, para identificar oportunidades de intercâmbios e programas de cooperação que permitam aprofundar a aproximação entre os Exércitos participantes e incrementar medidas de confiança mútua entre as Forças.

Fonte: Defesa em Foco

Saab anuncia entrega de mais quatro caças Gripen ao Brasil

0

Google News

Fabricante dos novos caças da Força Aérea Brasileira, a sueca Saab anunciou a conclusão de quatro unidades do Gripen E para entrega ao Brasil até o fim do ano.

Logo, quatro aeronaves de série saem da linha de produção da Saab, na Suécia, e ficam disponíveis para o início do processo de entrega para a FAB”, anunciou a empresa.

Segundo a empresa, duas unidades já estão prontas e outras duas seguem em fase final de produção em Linköping (Suécia). A previsão é de que as quatro primeiras aeronaves de série Gripen E estejam com a fase de produção encerrada e sejam apresentadas à FAB em novembro.

“As duas primeiras serão embarcadas para o Brasil, em seguida, para início das atividades no Centro de Ensaios em Voo do Gripen, em Gavião Peixoto, onde pilotos de prova FAB, da Embraer e da Saab executarão ensaios em voo até que o certificado militar esteja pronto. As outras duas aeronaves devem ser embarcadas no primeiro semestre de 2022”, diz a FAB.

Fonte: VEJA

Fonte: Defesa em Foco