Home Notícias Taurus Armas cria Comitê Estratégico de ESG

Taurus Armas cria Comitê Estratégico de ESG

0
Taurus Armas cria Comitê Estratégico de ESG

blank

A Taurus, Empresa Estratégica de Defesa e maior vendedora de armas leves no mundo, aprovou em reunião do Conselho de Administração da companhia a criação do Comitê de ESG, órgão não-estatutário que responderá diretamente ao CEO Global, Salesio Nuhs, a fim de monitorar pessoalmente os avanços estabelecidos pelas diretrizes do ESG e em linha com a companhia nas questões de governança, social e ambiental.

A estrutura do Comitê de ESG tem como característica um grupo multidisciplinar que será responsável pelo alinhamento das políticas e implementação dos processos dentro da companhia, assegurando: criar uma cultura empresarial aos conceitos ESG; acompanhar os projetos e seus programas ligados ao tema; e apoiar o desenvolvimento de ações que promovam a implementação do ESG.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Confira abaixo a estrutura do Comitê ESG:
blank

“A pauta ESG sempre esteve dentro das nossas prioridades. A Taurus já tem uma atuação focada nas premissas ESG, com forte atuação desta atual gestão nesses temas nos últimos quatro anos. A criação do comitê é um marco para a companhia e para o setor, a consolidação de uma área relevante em nossa agenda corporativa”, afirma Salesio Nuhs, CEO Global da Taurus.

A indústria de defesa tem papel importante na segurança nacional, na economia e no apoio e desenvolvimento de novas tecnologias, temas extremamente relevantes quando se trata dos pilares ESG. A segurança nacional existe com o intuito de assegurar a paz, estabilidade e a sustentabilidade social através da defesa da liberdade, ética e direitos humanos, valores primordiais nas democracias liberais, que regem os padrões ESG, e um dos setores mais importantes de apoio social da Taurus.

As principais tecnologias do mundo vieram da área de defesa e permearam depois para a sociedade, como por exemplo a internet que foi criada em plena Guerra Fria com objetivos estritamente militares.

Empresa Estratégica de Defesa, nomeada pelo Ministério da Defesa, e integrante da Base Industrial de Defesa brasileira (BID), a Taurus investe fortemente em inovação e novas tecnologias. Em 2021 foram investidos R$ 181 milhões de reais em novas tecnologias e novos equipamentos. Em 2022 está previsto mais R$ 170 milhões. Ação essa que está relacionada diretamente com a pauta ESG, pois com novos maquinários há por exemplo menos consumo de energia, menos sucata e resíduos etc.

Além disso, a Taurus firmou nos últimos anos parcerias inéditas com renomadas instituições de ensino para desenvolvimento das pessoas e de novas tecnologias. A empresa desenvolveu projetos pioneiros e que visam agregar valor as riquezas naturais brasileiras, como a primeira arma com grafeno que marcou o início da 3ª geração de pistolas, uma tecnologia desenvolvida em território nacional para o resto do mundo. E já está fazendo pesquisa, em fase bastante avançada, com nióbio, no qual o Brasil possui as maiores reservas mundiais.

Estes e outros projetos são fomentados pelo Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia Brasil Estados Unidos (CITE) da Taurus, que conta com mais de 200 engenheiros voltados a pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, tecnologias e processos, agregando valor aos produtos e reduzindo o custo de produção, emissões de gases poluentes, consumo de energia elétrica, água, entre outros.

A Taurus também possui um programa de qualificação acadêmica e profissional destinado aos colaboradores, em parceria com universidades, para o desenvolvimento de projetos de melhoria contínua em produtos e processos, no qual a companhia contribui com até 70% de reembolso no valor do curso e 100% para o melhor aluno.

Ciente da importância de seu papel na atividade empresarial e na sociedade, a Taurus possui um compromisso contínuo com a responsabilidade social e está engajada em ações de solidariedade, atendendo as demandas das comunidades próximas de sua unidade fabril no Rio Grande do Sul e no Brasil.

Em 2021, a companhia iniciou o projeto social “Taurus do Bem – Respeitando as diferenças em prol da igualdade” que visa incluir pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Durante a pandemia de COVID-19 foram mais de R$ 15 milhões em doações realizadas, ajudando a aumentar a capacidade dos leitos de UTI, o volume de testes, tanques de oxigênio, equipamentos de proteção e outras necessidades advindas de hospitais. Em campanha interna, a empresa arrecadou e doou mais de 120 toneladas de alimentos para instituições de caridade e projetos sociais.

No que se refere as ações ambientais, a Taurus realiza o mapeamento de gases de impacto do efeito estufa, monitoramento de ruídos, gestão de resíduos promovendo um melhor aproveitamento e destinação, além do tratamento de efluentes.

Estas são algumas das muitas ações que a empresa realiza. O projeto ESG vem agregar novas ideias e compartilhar as ações que a direção já vem adotando ao longo de sua administração para sustentar os interesses de longo prazo dos investidores, alinhado aos interesses dos colaboradores, fornecedores, comunidade e meio ambiente.

Em março de 2022, a Taurus contratou a assessoria técnica da Ernst & Young, empresa reconhecida mundialmente, para identificar a posição da companhia e, a partir daí, traçar as estratégias para o ESG. No momento, as ações ESG estão concentradas na construção da matriz de materialidade da Taurus e no levantamento de dados globais para elaboração do inventário de emissão de gases de efeito estufa. Ambos os estudos resultarão em indicadores e irão compor o Relatório de Sustentabilidade. Com base nos dados obtidos na matriz de materialidade, e através de uma análise de riscos, serão avaliadas as estratégias e melhorias de gestão e implantação de alternativas sustentáveis nos processos de produção da Taurus envolvendo consumo de energia, desenvolvimento de novas tecnologias etc.

Desta forma, a Taurus apresenta ações concretas de comprometimento socioambiental e está se consolidando com uma empresa estratégica de defesa ESG no mercado.

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here