Home Notícias Taurus comemora 83 anos de história preparada para remunerar seus acionistas

Taurus comemora 83 anos de história preparada para remunerar seus acionistas

0
Taurus comemora 83 anos de história preparada para remunerar seus acionistas

blank

A Taurus, Empresa Estratégica de Defesa e maior vendedora de armas leves do mundo, completa 83 anos, neste mês de novembro, e se mostra pronta para um futuro inovador. Com uma trajetória de sucesso em seu segmento de atuação, a companhia continua a se reinventar e a trazer novidades para dentro e fora da empresa.

Pensando na remuneração dos acionistas, a Taurus pretende ao final do exercício de 2022 criar reservas legais necessárias para pagar dividendos com maior frequência e fazer um programa de recompra de ações.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Nos últimos dois anos a empresa investiu mais de R$ 330 milhões em estrutura física (renovação do parque fabril), em pesquisa & desenvolvimento e em modernos equipamentos, de modo a dar sustentação ao crescimento da companhia, aumentando ainda mais sua competitividade.

A fabricante, que começou em Porto Alegre, no ano de 1939, às vésperas da Segunda Guerra Mundial, com uma pequena produção de ferramentas estabelecida por um grupo de empresários do Rio Grande do Sul, atualmente é uma gigante multinacional brasileira, líder mundial na fabricação de revólveres e uma das maiores produtoras de pistolas do mundo, além de ser a marca mais importada no exigente e competitivo mercado dos Estados Unidos (maior mercado de armas do mundo).

Sediada em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, e com mais duas unidades produtivas, uma em Bainbridge, na Geórgia (EUA), e outra no estado de Haryana, na Índia, a Taurus possui entre os seus diferenciais um completo portfólio de produtos composto por revólveres, pistolas, submetralhadoras, fuzis, carabinas, rifles e espingardas, atendendo os mercados civil, militar e policial. A empresa emprega cerca de 3.700 pessoas e movimenta uma grande cadeia de fornecedores que geram milhares de empregos indiretos, recolhe mais de R$ 881 milhões em impostos por ano, desenvolve tecnologia nacional de ponta, exporta para mais de 100 países e colabora com a balança comercial brasileira.

O caminho que a trouxe até esse ponto foi pavimentado com cuidado, tornando hoje a Taurus uma empresa bem estruturada, que conta com processos sólidos de gestão, de operação e de governança corporativa, assim como um planejamento estratégico bem definido para os próximos anos baseado no desenvolvimento de pessoas, investimento em tecnologia e inovação, focando em um ambiente colaborativo junto à sociedade.

“Só chegamos nessa posição porque temos o apoio de nossos acionistas, o contínuo acompanhamento e direcionamento de nosso Conselho de Administração, a confiança de nossos parceiros e clientes e o trabalho de toda a equipe de colaboradores da Taurus, no Brasil e nos EUA. Agradeço a todos por seguir conosco nesse caminho de sucesso. É um orgulho e um feito muito importante completar 83 anos de história no Brasil. São poucas as empresas no país que conseguem comemorar uma data como essa com sucesso, motivos para alegria e muita história para contar, como a Taurus. O touro, símbolo da empresa, representa força e vigor. E é isso que nos orienta na gestão desta companhia”, afirma Salesio Nuhs, CEO Global da Taurus.

COMEMORAÇÃO

Para marcar os 83 anos de fundação, a Taurus inaugurou esta semana um novo espaço de convivência em sua unidade fabril em São Leopoldo (RS), projetado para o entretenimento e bem-estar dos colaboradores em seus intervalos de trabalho.

A área de 500m² conta com diversos sofás ecológicos de paletes com almofadas, arquitetura paisagista e é equipada com jogos de pebolim e tênis de mesa. A ideia é proporcionar mais conforto e um ambiente agradável, de lazer, onde os colaboradores possam descansar e interagir uns com os outros.

blankblankblankblank

O planejamento e a reforma da área foram realizados pela equipe Kaizen da Taurus, composta por 17 colaboradores de diversas áreas da empresa.

blank

A revitalização da área de convivência faz parte do projeto da Taurus de desenvolvimento corporativo, que visa melhorias contínuas nas áreas externas e internas com o objetivo de cuidar das pessoas, proporcionando ambientes seguros e saudáveis, valorizando a satisfação dos colaboradores no ambiente de trabalho.

Este projeto também visa: incluir as pessoas com deficiência, capacitando-as para desempenhar as atividades e com um ambiente preparado para recebê-las; desenvolver a competência dos profissionais, tornando a empresa mais atrativa; assim como promover engajamento e interação entre a companhia e a comunidade.

83 ANOS DE HISTÓRIA

A Taurus foi fundada em 1939, às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Nos anos que a antecederam, o então presidente do Brasil, Getúlio Vargas, incentivava uma maior industrialização. Com o apoio dele, um grupo de empresários do Rio Grande do Sul estabeleceu uma pequena fábrica de ferramentas. E logo começaram a projetar sua própria arma.

Em 1942, os primeiros revólveres Taurus entraram em plena produção. Em 1950, foi construída uma nova fábrica para atender à demanda, cada vez maior, e a companhia começou a fabricar suas próprias ferramentas.

Nos anos 60 e 70 a expansão da produção e a diversificação de produtos continuaram intensamente, exigindo que fosse construída uma terceira fábrica para dar conta de todos os pedidos. Essa expansão significou para a empresa um grande investimento em infraestrutura e acabou abrindo as portas para que a Taurus começasse a sua expansão internacional.

Em 1981, foi inaugurada a Taurus International Manufacturing em Miami, no sul da Flórida. Foi um marco importante, pois era o início da história da marca nos Estados Unidos. Logo a Taurus receberia reconhecimento internacional, se tornando um dos principais fabricantes de armas do mundo. Ao longo desse caminho, a companhia recebeu 37 prêmios internacionais, entre eles o NASGW-POMA Caliber, uma das premiações mais importante da indústria de armas norte americana, que elegeu a pistola Taurus GX4 como “Melhor Nova Arma de 2021” e “Melhor Novo Produto Geral”, e o cobiçado prêmio Handgun of the Year 2022, da revista americana GUNS & AMMO.

A Taurus continuou avançando com ousadia. A sede nos Estados Unidos mudou, no final de 2019, para um novo centro de fabricação com mais de 18 mil m² no sul do estado da Geórgia. Esta mudança foi fundamental para a expansão das capacidades de engenharia e manufatura, para atender à crescente demanda por produtos Taurus, atendendo às altas expectativas de seus clientes.

Em 2020, a empresa assinou uma joint venture com uma importante empresa indiana, atendendo o programa do governo indiano “Make in India”, que visa atrair fabricantes de alta tecnologia a instalar fábricas no país, como forma de impulsionar a industrialização de alta performance em todas as áreas, inclusive no mercado de armas. O projeto contempla a fabricação de armamentos na Índia e a transferência de tecnologia brasileira, e dará à Taurus posição privilegiada nesse importante mercado de armas e na região da Ásia, assim como colocará a empresa em uma posição ainda maior de destaque no mercado mundial. A infraestrutura da fábrica na Índia está pronta, esperando que a aprovação da planta seja concedida a qualquer momento, permitindo o início da produção em breve.

No Brasil, mirando os próximos anos, a companhia promoveu a maior reestruturação de sua história, redesenhando toda sua gestão e tendo como alvo a constante melhora na qualidade dos seus produtos e no apoio e satisfação dos clientes. Em 2015, a Taurus concentrou toda a operação em uma única fábrica, no município gaúcho de São Leopoldo.

Em janeiro de 2019, a antiga Forjas Taurus passou a se chamar Taurus Armas. A mudança fez parte da estratégia da empresa de focar no seu core business – a produção e venda de armas, bem como o desenvolvimento de novos produtos a fim de atender as necessidades do mercado.

A companhia reforçou sua área de engenharia no Brasil e unificou com a engenharia norte-americana, criando o Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia Brasil/EUA (CITE), o que garantiu mais agilidade ao desenvolvimento de novos produtos e tecnologia, sempre com foco nos desejos dos clientes e em linha com as mais avançadas soluções tecnológicas do mundo.

Foram firmadas parcerias inéditas com renomadas instituições de ensino da região Sul, entre elas a UFRGS, UCS, UNISINOS e a UFSC, com o objetivo de fomentar a pesquisa e o desenvolvimento de todos os tipos de tecnologias voltadas a produtos e processos, passo fundamental para o avanço da Taurus na Indústria 4.0. Além de criar o Programa de Capacitação em Pesquisa e Inovação Taurus, com treinamentos para todos os níveis de colaboradores e para a diretoria.

Outra importante iniciativa foi a expansão, em 2021, do seu complexo industrial em São Leopoldo, no qual fornecedores estratégicos já estão atuando, otimizando os processos e reduzindo custos de produção e logísticos. O Projeto Estratégico Condomínio além de promover contribuições econômicas e sociais para a região, possibilita a Taurus uma ampliação em sua capacidade produtiva, além de torná-la um hub de distribuição de componentes estratégicos para suas unidades de manufatura no Brasil, Estados Unidos e na Índia.

A empresa vem se dedicando a outros novos projetos, pautados no compromisso com a excelência, de modo a continuar crescendo. Depois de lançar a pistola GX4 Graphene, que colocou o Brasil como pioneiro no uso do grafeno em componentes de uma arma, outros projetos estão em andamento, como a aplicação de nano partículas de nióbio, de DLC (Diamond Like Carbon) e de polímeros de fibras longas.

A Taurus também vem empenhando grandes esforços no desenvolvimento e consolidação de ações quanto à pauta ESG (sigla em inglês para “ambiental, social e governança corporativa”). Depois de realizado o levantamento de seu posicionamento em termos ESG pela assessoria técnica da Ernst & Young (E&Y), a Taurus montou em 2022 uma área dedicada, um grupo de trabalho multidisciplinar voltado para esses temas e o Comitê ESG, formado por toda a alta direção. Mais uma vez, a Taurus está sendo pioneira em seu setor, criando a cultura ESG, trazendo para dentro da companhia essa questão de maneira formal.

Os trabalhos já realizados envolvem o mapeamento da matriz de materialidade, a elaboração de indicadores ESG e a avaliação e quantificação de dados para preparação do Inventário de Emissão de Gases do Efeito Estufa da Taurus. A empresa também está elaborando o primeiro Relatório Anual de Sustentabilidade que será apresentado entre os meses de abril e maio de 2023.

As profundas transformações asseguraram um patamar diferenciado à multinacional gaúcha, tanto no mercado nacional quanto no internacional, e com os novos e promissores projetos que estão em andamento tem tudo para assegurar um futuro marcante e inovador.

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here