Home Notícias Taurus vence como Destaque do Setor Metalúrgico no 50º Prêmio Exportação RS

Taurus vence como Destaque do Setor Metalúrgico no 50º Prêmio Exportação RS

0
Taurus vence como Destaque do Setor Metalúrgico no 50º Prêmio Exportação RS

blank

A Taurus, líder mundial na fabricação de revólveres e maior vendedora de armas leves no mundo, conquistou o Prêmio Exportação RS na categoria Destaque Setorial Metalúrgico, promovido pela Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB/RS).

Este é o quarto ano consecutivo que a empresa é premiada com o principal reconhecimento na área de comércio exterior no estado do Rio Grande do Sul. O prêmio Exportação RS destaca as marcas de diversos setores da economia gaúcha que obtiveram os melhores resultados desenvolvendo estratégias inovadoras para comercializar seus produtos no mercado internacional.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A cerimônia de premiação aconteceu na noite desta quinta-feira (11), na casa NTX, em Porto Alegre (RS). Nesta edição, que celebrou os 50 anos do prêmio, 68 empresas foram contempladas, o maior número da história do evento.

blank
Da esquerda para direita: William Lima, Coordenador de Marketing da Taurus; Sergio Sgrillo, CFO e Diretor de Relações com Investidores da Taurus; Salesio Nuhs, CEO Global da Taurus; Regis Jacobsen, Gerente de Vendas Internacionais da Taurus

Em 2021, o volume de exportações da Taurus cresceu mais de 40% em comparação ao ano anterior. Foram 2 milhões e 348 mil unidades vendidas em 2021, considerando Brasil, EUA e exportações para outros países, com aumento em todos os mercados de atuação. Os EUA foram responsáveis pela venda de 1 milhão 870 mil unidades, ou 79,7% do total no ano, e crescimento de 23,4% em relação ao volume de vendas realizado nesse país em 2020. Enquanto nas exportações para os demais países as vendas foram crescendo gradativamente no decorrer do ano, atingindo aumento de 163,3% ante a 2020.

A Taurus exporta seus produtos para mais de 100 países, além dos EUA, que tem o maior mercado mundial de armas e que a Taurus é considerada a marca mais importada, com destaque aos embarques realizados em 2021 para a África do Sul, Europa, Filipinas e países da Ásia Meridional.

No ano de 2021 a empresa firmou negócios internacionais importantes, como a venda de 12,4 mil fuzis para o Exército das Filipinas, 9,5 mil pistolas e fuzis para o Exército e Polícia Nacional de Gana, 4,5 mil pistolas para Burkina Faso e 4 mil pistolas para a Polícia Nacional e Força de Segurança do Líbano.

Ao final do mesmo ano, a Taurus ainda inaugurou um novo complexo industrial de fornecedores estratégicos em sua sede, em São Leopoldo, com 12 mil m². Projeto este dentro do âmbito de suas metas de expansão e de fortalecer-se como hub de exportação de seus produtos e peças para mercados mundiais e suas unidades internacionais que hoje encontram-se nos Estados Unidos e, mais recentemente na Índia, onde desde 2020 por meio de joint-venture com o Jindal Group, iniciou o processo de construção de uma nova fábrica e transferência de tecnologia.

O pioneirismo é outro destaque entre as qualidades que levaram a Taurus a ocupar um lugar destaque na indústria. A primeira arma com grafeno, a GX4 Graphene, é prova mais recente disso. A partir do seu lançamento, a Taurus iniciou a terceira geração mundial de pistolas, uma tecnologia desenvolvida em território nacional para o resto do mundo. A Taurus também está desenvolvendo projeto pioneiro para a aplicação de nano partículas de nióbio em ligas de metais que, junto com o grafeno, completará novo ciclo tecnológico de materiais inéditos utilizados na fabricação de armamentos Taurus, adicionando ao portfólio armas cada vez mais leves e resistentes.

Estes importantes investimentos em novas tecnologias, além de agregar valor aos produtos Taurus, agregam valor ao Brasil, que possui as maiores reservas de nióbio e a segunda maior reserva de grafeno do mundo.

A empresa também está negociando um contrato inédito de nacionalização da tecnologia de aplicação de DLC (Diamond Like Carbon), tecnologia que aumenta a dureza do aço, que hoje já é utilizada no cano da pistola GX4 na fábrica da Taurus nos EUA e estará disponível para a Taurus no Brasil. Além de uma parceria inédita de transferência de tecnologia com uma empresa norte-americana para desenvolver polímeros com fibras longas, material que proporciona maior resistência e robustez ao produto. Os engenheiros da Taurus já estão desenvolvendo um protótipo no Brasil para aplicação em carregadores de armas táticas.

Para o desenvolvimento de produtos inovadores, a Taurus conta com seu Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia Brasil/Estados Unidos – CITE, base do forte ritmo de lançamentos da companhia. O trabalho realizado pelos engenheiros do CITE proporciona agilidade no desenvolvimento de produtos e tecnologia, sempre com foco nos desejos dos clientes e em linha com as mais avançadas soluções tecnológicas do mundo.

A empresa já recebeu mais de 36 prêmios internacionais em reconhecimento pelo seu elevado padrão de qualidade e inovação, entre eles o NASGW-POMA Caliber, uma das premiações mais importante da indústria de armas norte americana, que elegeu a pistola Taurus GX4 como “Melhor Nova Arma de 2021” e “Melhor Novo Produto Geral”.

“O Brasil é um dos maiores exportadores de armas leves do mundo, um contexto diretamente resultante do sucesso da Taurus. A empresa é referência mundial em seu segmento e tem entre seus pilares estratégicos expandir ainda mais as vendas externas. Contamos com uma equipe de monitoramento e inteligência de mercado, um portifólio de produtos amplo e diversificado, processos operacionais eficientes que proporcionam agilidade para adequar nosso mix e com flexibilidade para direcionar a produção para diferentes mercados mundiais”, afirma Salesio Nuhs, CEO Global da Taurus.

Com 82 anos de história, a Taurus é hoje uma empresa cuja marca é reconhecida pela sua qualidade, com sólidos resultados obtidos a partir de uma operação bem estruturada e moderna. A empresa se diferencia por possuir um completo portfólio de produtos, composto por revólveres, pistolas, submetralhadoras, fuzis, carabinas, rifles e espingardas, atendendo os mercados militar, policial e civil, assim como custo de produção e preços finais competitivos, o que assegura boa rentabilidade. A estratégia de focar em P&D, com o desenvolvimento de novos produtos que incorporam tecnologia e processos industriais eficientes, assim como os investimentos que vêm sendo feitos, se confirma acertada.

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here