AIAB realiza reuniões estratégicas em Brasília em defesa da indústria brasileira aeroespacial

0
67

O presidente da AIAB (Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil), Julio Shidara, passou parte da semana passada em Brasília (DF) participando de reuniões estratégicas para potencializar a indústria nacional do segmento aeroespacial. Shidara esteve presente em sete importantes reuniões com representantes de órgãos públicos ligados ao Programa Espacial Brasileiro (PEB), como parte da busca incessante por melhores condições de competitividade para as empresas brasileiras do setor.

Na quinta-feira, dia 30 de setembro, a AIAB participou do VI Workshop de Revisão do PNAE (Programa Nacional de Atividades Espaciais) para o decênio 2022-2031, na sede da AEB (Agência Espacial Brasileira). O PNAE é o documento que norteará as ações do Programa Espacial Brasileiro nos próximos 10 anos.

Além de Shidara, também representaram a AIAB no workshop os associados João Paulo Campos, presidente da Visiona, e Célio Costa Vaz, presidente da Orbital. Entre os participantes do evento estavam o Sr. Sérgio Freitas de Almeida, Secretário Executivo do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações); Major Brigadeiro do Ar R1 Ricardo César Mangrich, Assessor Especial do MCTI; Carlos Augusto Teixeira de Moura, presidente da AEB, e o Brigadeiro do Ar Rodrigo Alvim de Oliveira, presidente da CCISE (Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais).

Na reunião, Shidara fez um pedido de especial atenção para a necessidade de contratação contingencial de projetos junto à indústria brasileira, tendo em vista a grave solução de continuidade na demanda industrial, sem precedentes na história recente, visando à manutenção de tecnologias estratégicas para o futuro do PEB.

Ele destacou, ainda, a importância de o PNAE contemplar missões estratégicas para atender às necessidades de um país com as características do Brasil, independentemente do histórico de investimento insuficiente no PEB, citando, para sustentar tal posição, a afirmação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), na publicação “The Space Economy in Figures”, de que a preeminência de objetivos de Estado permanece um aspecto chave na maioria dos programas espaciais atuais e que continuará sendo dessa forma pelo futuro previsível.

Forças Armadas – Na quarta-feira, dia 29, Shidara foi recebido pelo Brigadeiro do Ar Reginaldo Pontirolli, chefe da Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais do Comandante da Aeronáutica (ASPAER), ocasião em que realizou a apresentação “Importância do Programa Espacial Brasileiro (PEB) para o Desenvolvimento Socioeconômico do Brasil” para um grupo de oficiais da ASPAER, além de explorar a possibilidade de atuação conjunta no Congresso Nacional em temas que sejam de interesse comum.

Nesse mesmo dia, o presidente da associação reuniu-se ainda com o Brigadeiro do Ar R1 Adriano Beraldo Andrade, Chefe da Assessoria Especial da Chefia de Logística e Mobilização do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), realizando a apresentação “Contratação de Sistemas Espaciais Estratégicos – VLM e Carponis”.

Na terça-feira, dia 28, Shidara teve a oportunidade de debater sobre os desafios da indústria aeroespacial brasileira em quatro reuniões com representantes do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) da Presidência da República e do EMAER (Estado-Maior da Aeronáutica).

No período da manhã, o presidente da AIAB foi recebido pelo Chefe da Terceira Subchefia (3SC) do EMAER, Brigadeiro do Ar Antonio Luiz Godoy Soares Mioni Rodrigues, oportunidade em que realizou a apresentação intitulada “Contratação de Sistemas Espaciais Estratégicos – VLN e Carponis”, apresentando as razões que levaram a associação a defender tais propostas.

Na sequência, reuniu-se com o Chefe da Sétima Subchefia (7SC) do EMAER, Brigadeiro do Ar Roberto da Cunha Follador.

Como decorrência de decisão da Força Aérea Brasileira (FAB) de revisar os requisitos do Projeto Carponis-1 do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), para viabilizar seu fornecimento pela Indústria Nacional, a Terceira Subchefia e a Sétima Subchefia do EMAER já estão atuando, conjuntamente, nessa revisão.

GSI – No período da tarde do dia 28, uma das audiências da AIAB foi com o Brigadeiro do Ar Claudio Wilson Saturnino Alves, Secretário de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional do GSI, para quem Shidara também fez a apresentação “Infraestruturas Críticas Brasileiras dependentes de Sistemas Espaciais Estrangeiros – Uma questão de Soberania Nacional”.

Também estavam na reunião representantes da Secretaria de Assuntos de Defesa e Segurança Nacional (SADSN), da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), e dos Grupos Técnicos de Segurança de Infraestruturas Críticas.

Finalizando o dia, Julio teve a oportunidade de reunir-se com o Contra-Almirante Carlos André Coronha Macedo, Coordenador do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB/GSI) e Secretário de Coordenação de Sistemas (SCS/GSI), para tratar de ações do CDPEB relacionadas, dentre outros, à estruturação e à retomada do PEB.

Fonte: Rossi Comunicação

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here