Home Notícias NUCLEP visita Rosatom em Moscou e negocia parcerias no Setor Nuclear

NUCLEP visita Rosatom em Moscou e negocia parcerias no Setor Nuclear

0
NUCLEP visita Rosatom em Moscou e negocia parcerias no Setor Nuclear

blank

Em busca de novos negócios para a NUCLEP, única Indústria Nacional capacitada à construção e manutenção dos equipamentos nucleares mais estratégicos do Brasil, o presidente da empresa, CA (RM1) Carlos Henrique Silva Seixas, esteve nos últimos dias na Rússia onde, como membro da Delegação Brasileira liderada pelo presidente da ENBPar, VA (RM1) Ney Zanella dos Santos, participou da ATOMEXPO 2022 e visitou em Moscou, as caldeirarias da Rosatom.

blank

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A viagem se dá à convite da empresa russa após a assinatura em setembro, em Viena, Áustria, de um memorando com a ENBPar que busca cooperação para estimular energia nuclear segura no Brasil e Rússia.

Em Moscou, o time brasileiro composto ainda pelo do Diretor da INB, Rogério Mendes Carvalho, e que conta como Conselheiros anfitriões o VP da Rosatom da América do Sul, Ruan Nunes e o Assessor Estratégico, Sergei Krivolapov, visitou (24/11) as duas maiores fábricas da estatal.

Recebidos pelo Diretor-Geral da Rosatom, Vladimir Petrovich Razin, assistiram a uma apresentação da empresa pelos especialistas engenheiros da Zio-Podolsk S.A, liderada pelo seu Diretor Adjunto, V.E Oshchepkov. Na sequência, visitaram a caldeiraria de fabricação de equipamentos de grandes usinas nucleares e o local de produção de recipientes de reatores de pressão RITM.

Para o presidente CA (RM1) Seixas, a cooperação energética entre os dois países já consolida futuros e promissores acordos, o que naturalmente envolve a participação da NUCLEP, criada para atender o Programa Nuclear Brasileiro.

“A Rosatom é uma das maiores empresas globais do setor nuclear. Negociamos a utilização da nossa expertise e capacidade pela Estatal russa, de forma a contribuirmos para o desenvolvimento do setor na América do Sul. Estamos avançando na possibilidade de fabricarmos para eles os  Small Reactors (SMRs) e outros projetos desenvolvidos pela Rosatom”, afirmou.

Divulgação: Comunicação NUCLEP

Fonte: Defesa em Foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here